Depois do primeiro beijo

Judith não sabe ao certo quantos anos tinha quando deu seu primeiro beijo. No entanto, ela se lembra com exatidão da estranha sensação de repulsa quando aquele pedaço de carne quente e molhado invadiu sua boca em movimentos circulares. Ela se lembra do cheiro da colônia que ele usava.  Do resto, ela esqueceu.

Ainda jovem, quando outros lábios se aproximavam, aquelas lembranças insistiam em aparecer. O mesmo cheiro de colônia e a mesma repulsa impulsionavam suas mãos contra o peito dos rapazes.

Depois do segundo encontro, raramente Judith aparecia. Sumia feito uma lembrança vaga de uma quarta-feira qualquer. Não atendia telefonemas com a mesma frieza que espremia uma espinha. Talvez seja por isso que ela sempre estava acompanhada quando queria.

Fernando venceu pela insistência. Taí um homem que detestava perder.

Direta ao ponto, deixou claro que ela odiava beijar. Não se explicou, mas descreveu o beijo de um jeito que até ele ficou enojado.

O namoro seguiu com beijos na bochecha e conversas demoradas ao telefone.

Judith morria de preguiça do seu jeito prolixo, de seus casos repetitivos e de sua mania falar alto. Judith não queria Fernando na sua vida nem como amigo, entretanto, disse sim.

Ninguém entendeu porque eles se casaram, mas ela precisava mesmo de alguém para dividir o aluguel.

Certa vez, pegou Fernando olhando de um jeito diferente para sua cunhada em um churrasco da família. Eles estavam tendo um caso. Era óbvio! Mas ao pensar no confronto, Judith resolveu não tocar no assunto.

Então, cinco anos depois, Fernando finalmente desistiu. Enquanto ele sugeria divórcio, ela pensava na trabalheira de advogado, papéis e satisfações. Por preguiça antecipada, Judith interrompeu o futuro ex-marido e aceitou o divórcio antes que ele falasse por mais 20 minutos.

Agora, ela pagaria o aluguel sozinha, mas não precisava mais sentir o maldito cheiro de perfume barato.

Judith não se lembra, mas ela tinha oito anos quando seu vizinho, aos 54, interrompeu sua infância dando aquele beijo. Judith não sabe, mas nem todos os homens usam a mesma colônia.

Anúncios

2 comentários sobre “Depois do primeiro beijo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s