Presente para Sofia

Sofia,

Quero tanto te ver que resolvi compartilhar com as letras a ansiedade pela sua chegada.

Os dias ficaram incrivelmente longos desde quando descobri que você vinha.

Não gosto de dias longos. Gosto da noite.

A lua faz um barulho tão bonito, parece música. Assim que você chegar, vamos dançar quando ela aparecer.

Também vou te ensinar a contar as estrelas que vez ou outra aparecem na minha janela. Às vezes, elas conversam com a gente, mas tem que fazer muito silêncio para ouvir.

Na verdade, acho que é a gente que conversa com a gente mesmo quando fica calado.

Mas só funciona dali, da minha janela até o sol ameaçar o noite com seus raios de calor.

O sol me incomoda muito. Ele tampa as estrelas, cala a boca da lua e mostra as cores que a noite esconde. São cores feias como um cinza empoeirado. De dia, as coisas belas são difíceis.  

A gente também fica feio. Como se cada um fosse um espelho quebrado, refletindo coisa triste.

Aqui, ninguém olha pra ninguém.   Olha, mas não vê.

À noite não, todo mundo é igual, é um pouco de luz e um tanto de sombra.

Gosto de ser igual, não gosto de ser espelho.

Talvez você não queira ser igual a mim. Talvez você seja como eles. Talvez você prefira o dia, o sol e o cinza empoeirado seja sua cor favorita.

Tudo bem, Sofia. Uma ensina para outra como é ser diferente.

Daí, você me ensina como é ser semente. Para quando morar na terra eu saiba o que fazer. É pra lá que todo mundo vai, espelho quebrado ou lua viva.

Uma estrela falou comigo que você virá amanhã. Até logo.

De sua raiz,

Helena

***

Sofia nasceu numa noite chuvosa de verão. Uma criança surpreendentemente saudável para os padrões do hospital psiquiátrico.

No calendário, 26 de janeiro de 1991. Hoje, Sofia completa 24 anos e nunca leu essa carta.

No entanto, a cada céu estrelado, Helena declama as frases já decoradas em forma de oração. Como se, numa fagulha de lucidez, pudesse presentear a filha separada dela logo após o nascimento.

Sofia mal sabe o nome da mãe biológica, mas aprendeu a conversar com as estrelas debaixo da sua janela.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s