Metade

Marcela acordou tarde naquele dia de vento silencioso. Com as mãos geladas, ela se sentiu abraçada pelo sol quente. Aquela luz forte bem no centro do céu anunciava a hora do almoço.

Fome.

Os olhos da menina admiravam aquelas alamedas vazias. O coro de buzinas estava de férias. Naquele dia, não havia diferença entre o bonequinho verde e vermelho. Naquela esquina, ninguém atravessava.

Ela seguiu pulando entre as faixas brancas na rua. Na sua brincadeira imaginária, não podia pisar no cinza até o outro lado.

Ela venceu.

Dali em diante, era o vazio da sua barriga quem comandava a direção. Acolhida pelos prédios, a menina desfilava tranquila naquela imensidão de asfalto até o primeiro sinal vermelho.

Ela esperou.

Diante dos vidros fechados, Marcela encarou pessoas presas em suas gaiolas de rodas. Ninguém trocou olhares com a menina que ficou ali por mais de quinze sinais seguidos. A brincadeira perdeu a graça, o sol se esquivava aos poucos e as nuvens formavam um novo quadro.

O próximo sinal vermelho só valeu a menina uma travessia com segurança.

Como uma raposa, a partir daquele momento, Marcela aguçou todos seus sentidos para a caça. O cheiro do almoço de domingo que escapava pelas janelas corroía seus pulmões. Entorpecia.

Ela encarou a entrada daquela padaria como um oásis. Então, sem dizer uma palavra, seu olhar foi ouvido.

Pelos dedos da menina, escapava um pão com manteiga. Marcela mal conseguia respirar entre uma mordida e outra. Assim, lá se foi uma metade.

A outra, ela guardou.

Correndo pelo mesmo caminho que passou, Marcela não demorou muito para chegar no ponto de partida daquele seu dia. Com pressa, ela ignorou as faixas brancas e suas infinitas possibilidades de brincadeiras imaginárias.

Enfim, ela chegou.

Toda sua vida cabia naquele degrau. Enrolada pela sua coberta, Marcela liberta uma boneca. Era dela a outra metade.

Os olhos de plástico daquele brinquedo refletiam uma menina tão mãe de coração.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s